Brazil Connections. Conectando os brasileiros no mundo.
Sunday, May 20, 2018
Turismo

O que é preciso para viajar para a Europa?

O que é preciso para viajar para Europa_foto_delfi de la rua
1.74KVizualizações

O que é preciso para viajar para a Europa?

Saindo de viagem para a Europa? Fora a lista dos presentes, do que pôr na mala, escova de dentes, etc., não esqueça da parte mais importante que são os documentos. Dependendo para onde você quer viajar, poderão haver solicitações diferentes. Assim que, preste atenção no que você realmente precisa para não ser barrado no aeroporto.

Hoje em dia, depois do quase êxodo dos refugiados de guerra, o controle nos aeroportos ficaram mais e mais exigentes. As vezes é uma coisa pequeníssima, mas se está na lei de imigração atual, os agentes de fronteira não vão deixar passar.

Documentos que você vai precisar para o território europeu

visto para Europa

Passaporte

Você tem que estar de posse de um passaporte com validade de 90 dias no mínimo, antes de terminar a sua viagem. Exemplo: você desembarca na Italia no dia 12.02.2018. Seu passaporte terá que pelo menos estar válido até o dia 13.05.2018.

Assim que, preste muita atenção na validade do seu passaporte antes mesmo de comprar sua passagem para o exterior. Renovar com antecedência (quando possível), evitará uma série de circunstâncias desagradáveis.

Caso, durante a sua viagem, o seu passaporte for roubado ou perdido, imediatamente deverá procurar a polícia local, que fará um boletim de ocorrência e lhe dará um documento. Com esse documento, você deverá ir no consulado brasileiro mais próximo, registrar o que aconteceu e solicitar um documento que lhe permitirá terminar a sua viagem e voltar para o seu país.

Não esqueça que, sem o seu passaporte você não conseguirá voltar para o Brasil.

 

Preciso de visto?

o que é preciso para viajar para Europa

Dependendo para onde você vai viajar, precisará do visto ou não. Como citado em outro artigo, o Brasil não precisa de visto para vários países. Mas, mesmo não precisando, as exigências para entrada nos países não desaparecem, exceto pelo carimbo de visto no passaporte.

Não confundir: um carimbo de entrada lhe dá direito a estar 3 meses no país. Nada mais que isso. Não é um visto de permanência.

Como falamos no parágrafo anterior, normalmente se você viaja por até 3 meses de estadia não vai precisar de visto. Na Europa, todos os países que fazem parte do tratado de Schengen, não exigem visto para brasileiros.

Tratado de Schengen

Paris. Uns dos destinos  europeus mais visitados por brasileiros. Foto: Sebastien Gabriel
Paris. Uns dos destinos europeus mais visitados por brasileiros. Foto: Sebastien Gabriel

O Tratado de Schengen é uma acordo assinado por alguns países membros da Comunidade Européia que permite a livre circulação de pessoas nesses países. Resumindo: o Acordo de Schengen, libera a apresentação do passaporte nas fronteiras desses países, como era obrigatório antigamente.

Ou seja, você apresenta o seu passaporte somente no país de entrada para carimbo, tendo o direito de ficar 3 meses nos países que fazem parte do Acordo.

Há anos atrás as pessoas que estavam perto de vencer os 3 meses de estadia, saiam para outros países como a Suíça ou outro país qualquer e, voltavam em seguida para o país em que estavam. Recebiam outro carimbo e estava tudo bem. Agora não mais. 3 meses para todos os países. Não existe ‘jeitinho’.

Uma das obrigatoriedades dos turistas no espaço Schengen é ter um seguro saúde que cubra o valor mínimo de 30.000 euros, para garantir a assistência medica em caso de acidentes ou doença grave. Antes, caso acontecesse isso e, o turista não tivesse dinheiro o suficiente, teria que ser atendido do mesmo jeito e, a parte social do país se responsabilizaria. Muito complicado as vezes.

Os países que fazem parte do Tratado Schengen são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lichtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça.

Islândia, Suíça e Noruega fazem parte do Schengen mas não fazem parte da União Européia.

Ticket de retorno ao Brasil

Caso você não tenha uma passagem de retorno ao seu país, as autoridades da fronteira tem todo o direito de mandar você de volta. Se você só tem uma passagem de vinda para a Europa, significa claramente que não quer mais voltar.

Se o seu ticket for marcado para 3 meses e 9 horas, você já poderá ter problemas na saída.

Divisas

Uniao europeia
Quando você passar pelo controle de passaporte, o policial também poderá perguntar se você tem como financiar a sua estadia na Europa. Daí, dinheiro em espécie é sempre melhor do que cartão de crédito. Apesar de que, cartão de crédito é também aceitável.

Carta Convite e Hospedagem

A famosa Carta Convite só é necessária caso você não esteja turistando normalmente e se hospedando em hotéis. Por isso reserve todos os hotéis antes de viajar, assim já terá todos os comprovantes de hospedagem. Hoje, através de vários portais de hospedagem é super fácil, inclusive aqueles em que você pode cancelar até 24 horas antes do check-in, o que facilita você mudar de hotel caso queira.

Agora, caso você fique na casa de um amigo ou familiar, aí sim, é necessário uma carta convite. A pessoa que fornece essa carta, deverá morar legalmente no país, tendo que se responsabilizar pela sua estadia completa no país. Alguns países pedem que essa carta seja registrada no consulado, outros não, assim sendo, você terá também que se informar direitinho antes de viajar.

Seguro Viagem

Como já citado anteriormente, sem o Seguro Viagem (seguro saúde), você não poderá entrar em nenhum país do espaço Schengen. Assim que, atenção, esse documento é extremamente necessário.

A cobertura mínima é de 30.000 euros.

O Visa e o Mastercard, normalmente cobrem esse seguro quando você compra sua passagem com um desses cartões. Existem mil desses seguros. Talvez até o seu anfitrião europeu possa fazer o seu seguro aqui (que certamente será mais barato do que no Brasil). Ou até a agencia de viagem que você talvez tenha comprado o seu ticket, também possa fornecer.

Não conte com a sorte, tipo: alguém viajou e não pediram nada. Pode acontecer, mas a polícia de fronteira tem o direito de lhe enviar de volta, caso um dos documentos exigidos para entrada no espaço Schengen não esteja à mão.

Então? Todos os documentos em mãos? Agora é somente viajar e curtir o seu tempo maravilhoso no velho continente. Boa viagem.

Leave a Response

Translate »
error: Content is protected !!
%d bloggers like this: