Brazil Connections. Conectando os brasileiros no mundo.
Sunday, February 25, 2018
Cultura

Carnaval de Veneza na Italia

Carnaval de Veneza, na Itália. O mais luxuoso e tradicional da Europa
1.45KVizualizações

Carnaval de Veneza na Italia

Carnaval de Veneza – Quem teve a oportunidade de estar em Veneza durante o seu famoso ‘Carnavale di Venezia’, sabe que a magia impera. As pessoas são transportadas no tempo, séculos atrás, em momentos de alegria, luxo e magia. As máscaras luxuosas ou simples, encobrem o verdadeiro eu de cada folião para dar lugar somente ao ‘carnavalesco veneziano’.

Nada que lembre o carnaval brasileiro. Não há tanta música ou tanta ‘vibração’ digamos assim, mas o ‘show’ é impressionante. Ver e ser visto, esse é o tema.

O Começo

palco di Piazza San Marco
Tudo aconteceu no palco da Piazza San Marco em Veneza, com um número limitado de 20.000 pessoas.

O Carnaval de Veneza remonta a antiguidade, ou seja, a festa começou no ano de 1094, quando a Basílica de São Marcos foi consagrada. Nesse ano, o doge Vitale Falier propôs que antes da quaresma (período de privações mundanas para os cristãos), as pessoas pudessem se divertir, com jogos e brincadeiras públicas.

Carnaval de Veneza

A partir daí, começaram as brincadeiras ‘carnavalescas’, por assim dizer. Mas, foi em 1296, que o carnaval foi realmente oficializado na cidade, declarando que o último dia antes da quaresma, fosse para as festividades. Mas, a população veneziana já começava a comemorar em dezembro. Daí todo um comércio foi desenvolvido para confeccionar máscaras, roupas e apetrechos usados nas festividades.

O fim e o recomeço do Carnaval

Em 1797 o território foi tomado por Napoleão Bonaparte que, decidiu por fim nessa festa que colocava o cidadão no anonimato (por conta do uso das máscaras e capas). E, o anonimato sempre é perigoso para rebeliões e coisas do gênero.

Quase dois séculos depois o carnaval voltou a Veneza em 1979, e ficou cada dia maior e mais popular. Pessoas do mundo inteiro querem ver de perto o carnaval e, claro, também ser um participante dessa festa tão mágica e tradicional. As roupas, as máscaras, os adereços carnavalescos são únicos e, os turistas compram, se vestem e participam do cenário histórico.

Abertura e desfile do Carnaval

A marcha tradicional das doze Marias
O desfile de San Pietro di Castello à Piazza San Marco. A marcha tradicional das doze Marias abriu o Carnaval de Veneza na tarde fria e nebulosa do sábado, 3 de fevereiro. (c)Vision/Vela

Depois de chegar a San Pietro di Castello, as jovens, vestidas com as lindas roupas do Atelier Pietro Longhi, percorreram a via Garibaldi e Riva degli Schiavoni.

As ‘Marias’ foram acompanhadas toda a rota por jovens, os chamados “fios”, sentados em sedans, entrando na Piazza San Marco cheia de turistas sendo recebidos no palco pelo príncipe Maurice, mascarado em uma reinterpretação pessoal de Giacomo Casanova.

A chuva, infelizmente acompanhou os shows do Carnaval e o começo tradicional que precedeu o voo do Anjo. Elisa Costantini, também foi uma das 12 Marias, sendo vencedora da competição em 2017.

A partir de agora, até 12 de fevereiro, as 12 Marias devem participar de festivais, visitas, danças, participações e encontros na cidade, nos palácios, nas festas.

Carnaval de Veneza
O Carnaval de Veneza, na Itália. O mais luxuoso e tradicional da Europa e um dos mais conhecidos no mundo. Respeito às tradições que ainda são revividas a cada ano.

Um espaço será dedicado ao social com uma visita ao lar de idosos da Giudecca e à vila desabilitada de Anffas. Segunda-feira, 12 de fevereiro, a proclamação de Maria do ano de 2018 à noite .

A Festa das Marias também foi um momento único para admirar os trajes da tradição veneziana. A procissão que acompanhou as jovens foi composta de grupos históricos em trajes de C.E.R.S. e pelos Amigos do Carnaval de Veneza.

Veneza está pronta para abraçar o Anjo. No domingo 4 de fevereiro, às 11 horas, o Carnaval de Veneza 2018 “Creatum-Civitas Ludens”, inspirado neste ano nos jogos e no mundo do circo, comemora o Vôo do Anjo.

Na Piazza San Marco, tudo está pronto para admirar a descida de Elisa Costantini, A Maria vencedora do ano 2017, que passará do campanário ao palco no centro da praça, interpretando o que sempre foi considerado o ritual histórico de abertura do Carnaval de Veneza.

Um Anjo desce na Piazza San Marco

Beleza infinita, mais de 20 mil pessoas na Piazza San Marco. De lá, do campanário, Elisa Constantini desce, maravilhosa, iluminada pelo sol, trazendo uma mensagem de esperança e paz, ao som da Ave Maria de Schubert cantada pelo tenor Luciano Pavarotti. De tirar o fôlego, como vocês podem observar no vídeo em abaixo.

 

 

Elisa vestia um modelo desenhado pelo designer Stefano Nicolao: um anjo no purgatório, um anjo de esperança colorido vermelho e azul, cores do patrocinador do voo Red Bull, mas também aqueles que simbolizam as cores da mudança. “Um desejo de mudar o curso da violência e esses maus momentos em que vivemos para ir para a paz”, disse Nicolao.

Elisa Constantini
Elisa Constantini, 19 anos, a Maria vencedora em 2017 foi hoje o Anjo que desceu na Piazza San Marco vestindo as cores do patrocinador Red Bull.
(c)Vision/Vela

Acreditado pelo Doge e pelas 12 Marias do Carnaval, Elisa Costantini, não escondeu a grande emoção. “Eu pensei que você poderia ver menos pessoas de lá, mas eu vi muitas delas. Impossível descrever o que você sente quando você desce. Uma experiência única, irrepetível e gratificante ».

O Carnaval de Veneza termina no dia 13.02. depois da escolha da Maria do ano 2019.

 

Leia também:

Festival Gola Gola em Parma

Festival das Luzes em Murten na Suíça

Encontro do Samba no Rio de Janeiro

Leave a Response

Translate »
error: Content is protected !!
%d bloggers like this: